Como fazer consulta de placa no Detran SP

Entenda como funciona a consulta de Placa Detran SP e aprenda a verificar os débitos do seu veículo

Acompanhar tudo o que diz respeito ao seu veículo é uma obrigação de todo proprietário: ele deve saber se existem impostos atrasados, se está no período de vistoria, se há multas ou impedimentos, etc.

Como esses proprietários teriam dificuldade em comparecer ao Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (DETRAN SP) sempre que quisessem fazer esse tipo de consulta e, por isso, o órgão libera um sistema virtual de informações.

Qualquer pessoa que tenha os dados do veículo pode acessar o site do DETRAN SP e isso ajuda a proteger quem está negociando a compra de um usado.

Por mais que o vendedor diga que ele não tem débitos ou problemas, o comprador pode confirmar por si mesmo.


Consulta de placa no DETRAN SP: débitos e restrições

Todos estão acostumados a ver a polícia consultando a placa de veículos e descobrindo se eles estão regularizados e o cidadão pode fazer quase a mesma coisa no site do DETRAN paulista.

Com relação aos débitos e restrições, elas tendem a ser referentes ao atraso do Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor (IPVA).

O veículo que não está com o imposto em dia também tem restrições para fazer o licenciamento obrigatório anual e, com isso, fica proibido de ser dirigido.

A pendência de vistoria é outra condição que pode ser consultada pela placa e que é decorrendo do atraso de IPVA e do não licenciamento.

Afinal, é preciso fazer a vistoria para poder confirmar que o veículo tem condições suficientes de segurança e, assim, ser licenciado.

Como fazer consulta de placa no Detran SP


Como fazer consulta de placa no Detran SP

Esse é um serviço gratuito que pode ser acessado pelo site do Detran:

  • Escolher se a consulta será para o veículo de terceiros (indicado para compradores de usados) ou se será para o próprio veículo;
  • Clicar em “Débitos, restrições e vistorias”;
  • Inserir o RENAVAM e a placa;
  • Selecionar o “captcha” de segurança e, depois, clicar em “avançar”.

Quem faz a consulta para o seu próprio veículo deve criar uma conta no DETRAN SP.

Para facilitar, o cidadão pode vincular a sua conta do Google, usar o CPF ou vincular o perfil do Facebook.


Por que o proprietário do veículo deve fazer a consulta de placa no Detran SP?

Não é difícil encontrar depoimentos de proprietários dizendo que desconheciam os débitos referentes a sua placa.

Algumas vezes, isso acontece porque o aviso de multa acabou sendo extraviado ou por alguma pane no banco de dados do DETRAN paulista, não registrando o licenciamento, etc.

Essa consulta é primordial para quem tem um veículo sendo usado por terceiros: é o caso dos pais que deixam o carro com os filhos, dos irmãos que usam uma motocicleta em parceria, etc.

Quando o veículo é compartilhado, pode ficar mais difícil controlar multas, IPVA e outras coisas, sendo importante realizar a consulta de placa.


Como fazer consulta de placa no DETRAN SP pelo aplicativo

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo tem aplicativos para consulta de placa e várias outras opções.

Há versão para os aparelhos com iOS (inclusive iPod Touch e o iPad) e para aparelhos com Android.

Vale dizer que o órgão tem três aplicativos diferentes e que, para esse tipo de consulta, deve-se baixar o DETRAN.SP, e ele é gratuito.


Unidades do DETRAN SP para fazer consulta de placa

Os atendentes podem informar ao cidadão se a placa de determinado veículo tem débitos.

Porém, essa consulta pessoal costuma ser liberada só para os proprietários, que precisam levar os documentos da moto, caminhão, carro, ônibus, etc.

Os postos do Departamento Estadual de Trânsito paulista ficam em todas as regiões.

Para encontrar a mais próxima, é preciso:

  • Acessar a página inicial do órgão aqui;
  • Rolar a página até o rodapé e clica-se em “Atendimento”;
  • Clicar em “Unidades do DETRAN SP”;
  • Escolher entre as quatro regiões indicadas e conferir as respectivas listas.


O que fazer se a consulta de placa no DETRAN SP indicar débitos ou restrições?

Há procedimentos diferentes a adotar, de acordo com o que é mostrado pelo sistema.

No caso de quem está consultando veículos de terceiro (pessoas que se interessam pela compra do usado ou seminovo, por exemplo), a principal opção é desistir da compra ou até mesmo exigir que o vendedor quite a dívida antes de fazer a transferência de propriedade.

Para quem faz a consulta da placa do seu próprio veículo, é necessário renegociar possíveis débitos e, no caso de ser indicada a falta do licenciamento, não o dirigir mais até a regularização.

Nos casos em que o proprietário alega não ter pendências, mas o sistema do DETRAN SP mostra o contrário, é preciso que o cidadão leve ao posto mais próximo os comprovantes de pagamento de imposto, de realização de vistoria e o último licenciamento.

Links Patrocinados

DetranBR

O DetranBR é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com os Detrans. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o os serviços oferecidos pelo órgão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *