Consulta de multas PRF

A Polícia Rodoviária Federal ou PRF tem policiais que ficam patrulhando as rodovias brasileiras a fim de acompanhar a ocorrência de infrações de trânsito.

Juntamente aos radares, a intenção dessas patrulhas é manter as estradas seguras, valendo a pena lembrar que elas são palco de milhares de acidentes todos os dias, principalmente quando se trata de datas nas quais as pessoas tendem a viajar.

As multas que os condutores costumam cometer nas estradas são um pouco diferentes daquelas que se veem nas vias comuns.

Por exemplo: muitas pessoas são autuadas porque param no acostamento sem necessidade ou sem fazer a devida sinalização.

Além de os proprietários e condutores terem a possibilidade de consultar multas acessando o site do Detran do estado local, vale a pena fazer também a consulta de multas PRF.

Consulta de multas PRF


Multas PRF

A consulta de multas PRF tem uma necessidade bem acentuada: mesmo que as rodovias sejam equipadas com radares, há a possibilidade de o cidadão não notar que foi autuado.

Normalmente, a notificação de multa chega ao endereço indicado nos documentos do carro, mas isso também pode falhar.

Em casos como o mencionado, o proprietário e/ou o motorista não têm conhecimento de que estão com uma multa aguardando pagamento na PRF.

Conforme o tempo avança, essa multa vai aumentando de valor por causa da correção de juros.

Cabe explicar também que, sem o pagamento devido, o veículo não pode passar pelo licenciamento obrigatório, o que o tornará suspenso legalmente.

Isso quer dizer que, se alguém o dirigir, essa pessoa poderá receber mais uma atuação e o veículo ainda ficará retido no pátio da PRF, com os seus gastos diários a ser quitados pelo proprietário.


Multas PRF como consultar

A consulta multas PRF pode ser efetuada sempre que o cidadão desejar e de graça. A forma mais prática de fazer esse tipo de consulta é usando o site:

  • Acesse aqui;
  • Selecione o quadrado “Multas: consultas e pagamento”;
  • Especifique se é um veículo estrangeiro ou nacional;
  • Insira o número da placa e o seu Renavam;
  • Clique em “Consultar”.

A Polícia Rodoviária Federal mostrará se o veículo cometeu alguma infração cuja multa ainda não foi paga, além da data da infração e do valor em aberto.

Além disso, o site de consulta da PRF vai oferecer a impressão do boleto para a quitação da multa.


Consultas multas PRF negociação

No caso de a multa PRF já ter sido aplicada há um tempo considerável e o pagamento não foi providenciado, há a possibilidade de o valor estar bem alto.

Em situações assim, é difícil que o proprietário e/ou motorista consiga quitar a multa de uma vez.

Da mesma forma que ocorre com as outras dívidas de grande porte, é possível optar por uma renegociação com a Polícia Rodoviária Federal.

O órgão oferecerá a possibilidade de dividir o pagamento do débito e é importante ter certeza de que o parcelamento está mesmo ativo.

Para tirar dúvidas a respeito da negociação, pode ser bom tratar diretamente com a PRF em seus postos presenciais ou pelo telefone:

  • Clique aqui;
  • Selecione a bandeira do seu Estado;
  • Role a página para localizar a unidade da PRF mais próxima à sua cidade.

Recurso multa PRF

Com a consulta multas PRF feita, você poderá decidir contestar a sua aplicação, caso possa provar que a infração não aconteceu.

Se a interposição de recursos for bem embasada, a multa é suspensa, assim como a pontuação na carteira de motorista.

Geralmente, a interposição de recursos a PRF é igual à interposição necessária quando se lida com o DETRAN.

Para dar prosseguimento:

  • Acesse aqui;
  • Clique no formulário PDF (ele está localizado na parte final da página, em um hiperlink);
  • Salve no computador e preencha-o.

Em seguida, você terá de mandá-lo ao posto mais próximo da Polícia Rodoviária Federal ou leva-lo a esse mesmo posto.

Para saber aonde levar o formulário, basta ir de novo à página de endereços dos postos PRF que foi fornecida aqui.

Ressalta-se que, junto ao formulário de recursos, será obrigatório enviar as comprovações que baseiem a interposição.

Essas comprovações variam: pode ser, por exemplo, a prova de que o veículo estava em outro lugar na mesma hora em que o radar o autuou.


Andamento recurso multa PRF

Andamento recurso multa PRF

A interposição de recursos a PRF é fácil e qualquer proprietário e/ou condutor pode fazê-la sem maiores dificuldades; inclusive, esse é um processo gratuito.

Uma opção que custa mais é contratar um despachante para cuidar do recurso à Polícia Rodoviária Federal.

Com o serviço de um despachante, o proprietário e/ou condutor não tem nenhum trabalho: ele só fornece ao despachante as comprovações a ser usadas e documentos.

Links Patrocinados

DetranBR

O DetranBR é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com os Detrans. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o os serviços oferecidos pelo órgão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *