IPVA 2019 MT

Consulte o valor do IPVA 2019 MT e veja como fazer a consulta do imposto veicular

Os residentes em Mato Grosso precisam ter atenção aos valores do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) em 2019.

A cobrança desse imposto é feita pela Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) anualmente, com opções de pagamento parcelado ou à vista.

Aprenda aqui como funciona essa cobrança.


IPVA 2019 MT

Essa cobrança é uma maneira de garantir que os cofres do município, do Estado e da União estarão abastecidos.

Afinal, tudo o que é arrecadado como IPVA é divido entre essas três esferas, apesar de a maior parte (50%) ficar para a cidade.

Esse imposto pode ser utilizado pelas autoridades em qualquer secretaria: para ajudar famílias necessitadas, para manter os remédios nos postos, para melhorar a frota de ônibus e várias outras coisas.

IPVA 2019 MT


Como consultar o valor do IPVA 2019 MT

Para saber a parcela exata do Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor no Mato Grosso, é necessário:

O Governo do Estado do Mato Grosso conta com um site onde outras informações sobre o IPVA podem ser acessadas:


Valor IPVA 2019 MT

Os Estados do Brasil não têm um valor único de cobrança de IPVA. No caso do Mato Grosso, as alíquotas são estabelecidas da seguinte forma:

  • Para caminhonetes, carros com mais de 1.000 cilindradas e veículos importados, ela é de 3%;
  • Para os carros com até 1.000 cilindradas, é de 2%;
  • Para carros de competição, o IPVA é de 4%;
  • Para as motocicletas com mais de 180 cilindradas, o imposto é de 2,5%;
  • Para caminhões, motos com até 180 cilindradas e ônibus, o IPVA é de 1%.

Como exemplo, é só pensar em um veículo importado que custe R$ 250.000,00; o valor do seu IPVA no Mato Grosso será de R$ 10.000,00 em 2019. É necessário deixar claro que essa alíquota pode mudar a cada ano.


Tabela IPVA 2019 MT

Os proprietários precisam ficar atentos à tabela da Secretaria da Fazenda, que é organizada com base no número final da placa do veículo:

  • Para final 0, os pagamentos do IPVA são entre 22 de janeiro e 18 de março;
  • Para final 1, os pagamentos do IPVA são entre 26 de janeiro e 20 de março;
  • Para final 2, os pagamentos do IPVA são entre 28 de janeiro e 24 de março;
  • Para final 3, os pagamentos do IPVA são entre 30 de janeiro e 26 de março;
  • Para final 4, os pagamentos do IPVA são entre 03 de fevereiro e 01 de abril;
  • Para final 5, os pagamentos do IPVA são entre 05 de fevereiro e 06 de abril;
  • Para final 6, os pagamentos do IPVA são entre 09 de fevereiro e 08 de abril;
  • Para final 7, os pagamentos do IPVA são entre 11 de fevereiro e 10 de abril;
  • Para final 8, os pagamentos do IPVA são entre 13 de fevereiro e 14 de abril;
  • Para final 9, os pagamentos do IPVA são entre 19 de fevereiro e 16 de abril.

Os proprietários que podem pagar o IPVA MT 2019 inteiro têm de fazê-lo no primeiro dia.


Dívida ativa IPVA MT

Os proprietários de veículos no Mato Grosso não devem permitir que as parcelas do seu IPVA atrasem demais: quando isso acontece, o veículo pode ser adicionado ao sistema de Dívida Ativa.

Com essa adição, o proprietário passa a correr o risco de o seu veículo ser tomado e até leiloado.

Porém, o cidadão ainda tem opção de refinanciar: a Secretaria da Fazenda de Mato Grosso oferece parcelas diferenciadas para que o indivíduo quite seu débito e continue com o seu veículo.

Para a consulta de dívida ativa, é necessário usar o site do Sistema de Gerenciamento: https://www.sefaz.mt.gov.br/sgda/pages/negociacaoIpva/principal.xhtml. Funciona assim:

  • Em “tipo de processo”, selecione IPVA;
  • Coloque o número do chassi e, opcionalmente, o CPF do proprietário;
  • Em “situação”, é possível clicar em “negociado” ou em “pendente”.

IPVA 2019 MT


O que acontece se o motorista não pagar o IPVA 2019 MT?

Financeiramente, a punição é uma multa de R$ 293,47, mas não é apenas isso. Quem não paga o IPVA também não consegue fazer o licenciamento anual e isso também é bastante grave, rendendo 7 pontos na carteira de motorista.

O resultado se esse veículo passa por uma blitz também é sério: o procedimento comum é que ele seja retido e mandado para o pátio.

Para tê-lo de volta, o proprietário deverá negociar o seu IPVA atrasado e providenciar o licenciamento anual, além de quitar todas as diárias do pátio da polícia durante todo esse período.

Links Patrocinados

DetranBR

O DetranBR é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com os Detrans. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o os serviços oferecidos pelo órgão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *